Apresentação

Mónica Capucho

Mónica Capucho

“O melhor treinador é o maior dos ladrões.”

Fabio Capello

“Quem só teoriza, não sabe. Quem só pratica, repete. O saber nasce da conjugação da teoria e da prática.”

Manuel Sérgio

Saber Sobre o Saber Treinar surge como um projecto direccionado a todos os apaixonados pelo jogo de Futebol, mas em especial àqueles que nele intervêm activamente. Procura também, em muitos dos temas aqui desenvolvidos, possuir transfer para outras áreas e desportos, nomeadamente os colectivos. A ideia passa por organizar informação de “qualidade” sobre todas as dimensões da actividade exercida pelo treinador de Futebol, e para qualquer que seja o seu nível de actuação no jogo. Naturalmente que, a distinção sobre a informação de qualidade será discutível por existirem diferentes abordagens à intervenção do treinador no treino e no jogo, quer ao nível da liderança, quer ao nível da metodologia, quer ainda ao nível das ideias sobre a forma de jogar da equipa. Apesar da história do Futebol nos dizer que o sucesso foi alcançado através por diferentes caminhos, no entanto, e porque no Universo não existem dois fenómenos exactamente iguais, cremos assim que algumas formas de intervenção sobre uma equipa estarão mais próximas da obtenção de sucesso do que outras, por se aproximarem mais da realidade, especificidade e necessidades que este jogo apresenta.

Assim, e porque este trabalho passa por procurar as melhores ideias, e o que de melhor se fez e faz no treino e jogo de Futebol, procuraremos compreender e explicar o trabalho realizado pelos, para nós, melhores treinadores da história do Futebol. Por outro lado, daremos também expressão àqueles, que apesar de desconhecidos ou sem grande passado no treino de Futebol, avançam com ideias e reflexões que poderão também, levar o jogo a outro nível de desenvolvimento. Para que todos possam compreender as linhas gerais das nossas ideias, exploramos neste trabalho em permanente crescimento, por exemplo as ideias de Guardiola e o seu impacto na qualidade e consequente rendimento das suas equipas, ou a Periodização Táctica idealizada por Vítor Frade e operacionalizada por José Mourinho, como forma de potenciar ideias e trabalhar equipas. De uma forma geral, aqui acreditamos num Futebol mais próximo de uma ciência comportamental do que biológica, mais nas qualidades do que nas quantidades, na complexidade ao invés do reducionismo, nas interacções e não nas somas e muito no caminho antes do destino, ou seja, no desempenho antes do rendimento.

No fundo poder-se-á caracterizar este trabalho como uma enorme revisão bibliográfica, procurando reunir, de forma estruturada, organizada e de fácil acesso a todos aqueles que ambicionam atingir um nível superior de conhecimento no jogo e no treino do Futebol, uma crescente «quantidade de qualidade» de informação.

Quanto ao nome escolhido para o projecto, se o professor Vítor Frade associou um dia, como “saber sobre o saber fazer” a consciência, a reflexão e conhecimento na intervenção do jogador de Futebol, aqui adaptamos a expressão Saber Sobre o Saber Treinar, como a consciência, reflexão e conhecimento sobre a intervenção do Treinador de Futebol.

A compilação deste trabalho começou em 1999, tendo este sido reforçado e actualizado de forma progressiva até ao presente dia. Será natural, nalguns momentos, perante novas ideias e formas de pensar esta estrutura de conhecimento, a sua transformação e reorganização, no entanto cremos perante a perspectiva complexa que o Universo e consequentemente o jogo de Futebol reclamam, que algumas das ideias basilares que aqui defendemos, estejam não só para durar, mas para ser reforçadas. Por outro lado será também natural, dada a a forma como este trabalho vai crescendo e procurando uma organização, que nalguns momentos a prosa possa-se apresentar mais desconexa, contudo, procuraremos sempre seguir uma determinada lógica de ligação das ideias. É pelas mesmas razões natural que alguns temas estejam mais desenvolvidos e justificados do que outros.

“Eu nunca vi a “bíblia” (de José Mourinho), mas deverá ser um género de dossier ou documento que será a “planta” de como ele deverá avançar e evoluir. Estou certo que passados dez anos, ele mudou muito o seu documento original, porque se ele não evoluir como treinador será ultrapassado.”

Steve Clark em (Mourinho, 2012)

Paralelamente, publicaremos também, artigos de opinião, outras ideias, e actualizações ao trabalho Saber Sobre o Saber Treinar no espaço Blog.

Independentemente de mais próximos ou mais afastados das ideias aqui apresentadas, esperemos que apreciem o trabalho desenvolvido, que tem obviamente o objectivo de trazer a reflexão e evolução do treino e do jogo.

“O conhecimento é o nosso destino.”

(Sagan, 1977)

Última actualização da página